ONU defende mais investimentos na prevenção de infecções hospitalares

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) defendeu na segunda-feira (7) mais investimentos em segurança do paciente, ainda vulneráveis a infecções que ocorrem durante o atendimento. Agência participou de seminário internacional sobre o tema em Brasília. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 10% dos pacientes internados são acometidos por infecções relacionadas à assistência médica. Metade dos casos pode ser evitada com medidas como higiene das mãos e vigilância adequada.

“A adoção dessas ações representa uma ótima relação custo-benefício. Com elas, reduzimos danos, salvamos vidas e temos mais recursos disponíveis para melhorar a saúde da população”, afirmou o coordenador da Unidade de Medicamentos e Tecnologia em Saúde da OPAS no Brasil, Tomás Pippo, durante a abertura do “V Seminário Internacional: redução do risco para a segurança do paciente e qualidade em serviço de saúde”.

Fonte: OPAS/OMS

Avalie este item
(0 votos)
Entre para postar comentários
Topo